Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

10/08/2010
Gripe A e os gaúchos, por Arita Bergmann


O Rio Grande do Sul tem motivos para celebrar a data, pois de janeiro deste ano até agora não registramos nenhum caso positivo de gripe A. Isto é um motivo de comemoração para o povo gaúcho.

Em 2009, o Rio Grande do Sul foi surpreendido pelo surto de gripe A, como de resto todo o planeta. Foram meses de apreensão, de busca de parceiros para o enfrentamento do problema, muito trabalho e mobilização de toda a sociedade gaúcha. Registramos 298 óbitos, mas, não fosse a rápida ação de todos e a organização da rede de vigilância e de atendimento para bloquear a doença, os danos teriam sido maiores.

A criação do Comitê Estadual de Enfrentamento da Gripe A, instituído pelo governo do Estado, conseguiu integrar os setores que pudessem estar relacionados com a gripe. Assim, hospitais, universidades, Defesa Civil, entidades médicas, secretarias estaduais, Ministério Público, conselhos, Forças Armadas, meios de comunicação, municípios, enfim, a sociedade organizada, num amplo e grande movimento, discutiu, mobilizou, organizou e agiu, desenvolvendo um verdadeiro plano de guerra contra a epidemia.

A partir desse período, realizou-se o desenvolvimento de ações permanentes com o foco na prevenção.

Campanhas de divulgação de medidas preventivas foram desenvolvidas nas escolas, nas empresas e na mídia, tendo como principal ênfase o fortalecimento das ações básicas de higiene. Lavar as mãos com frequência, usar o álcool gel, evitar ambientes fechados, passaram a ser recomendações amplamente assumidas.

Em 2010, na expectativa da segunda onda, esse trabalho foi mantido. A rede de assistência médico-hospitalar está atenta. Até o momento, já notificou 572 casos suspeitos. Nenhum confirmado!

Embora restrita a grupos de maior risco, por orientação do Ministério da Saúde, certamente a ampla aceitação da vacina, disponibilizada na rede de vacinação das secretarias municipais de Saúde, foi a grande responsável pela não ocorrência de casos neste ano. O Estado vacinou 4,8 milhões de pessoas.

Há que se considerar também o grande número de pessoas que tiveram contato com o vírus em 2009. Entretanto, as medidas de proteção, a organização da rede de assistência e a atitude de prevenção da população em muito contribuíram para que, diferentemente dos outros Estados brasileiros, não tivéssemos nenhum caso confirmado até agora.

No Brasil, no primeiro semestre de 2010, foram notificados 6.790 casos, dos quais 675 confirmados e 84 mortes. Nenhum caso no Rio Grande do Sul.

Mesmo considerando ainda a possibilidade de ocorrências de casos, a grande mobilização intersetorial está mostrando resultados.

Ponto para os gaúchos!

Secretária estadual da Saúde
Zero hora – 10/08/2010 

Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

24/06/2022
Técnico de Enfermagem William Duarte de Medeiros é o indicado do Coren-RS ao Prêmio Anna Nery


23/06/2022
Coren-RS apoia resolução do CES/RS que repudia retrocessos na política de assistência a gestantes


22/06/2022
Cofen abre consulta pública sobre procedimento de sutura


22/06/2022
Cofen firma acordo de cooperação técnica com a Alemanha


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS