Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

20/04/2011
Alerta Epidemiológico de Dengue no Rio Grande do Sul


A Secretaria Estadual da Saúde, através do Centro Estadual de Vigilância em Saúde, alerta a todos profissionais de saúde para o início da circulação viral de dengue na Região Metropolitana, com a confirmação de 04 (quatro) casos autóctones no município de Porto Alegre e 01 (um) no município de Alvorada, que contraiu em Porto Alegre no local de trabalho.

Persiste a circulação viral na Região Noroeste, onde registram-se 09 casos no município de São Luiz Gonzaga, 29 no município de Santa Rosa, 02 no município de Três de Maio e 01 em Santo Cristo, o qual contraiu a doença em Santa Rosa. O sorotipo viral identificado nessa Região foi o Denv 1. 

No Estado, até o presente, foram notificados 887 casos suspeitos de dengue, tendo sido confirmados 46 casos autóctones da doença. Além desses, foram registrados 46 casos importados de outros Estados. 

Todo caso suspeito deve ser notificado, por telefone à Secretaria Municipal de Saúde ou Secretaria Estadual de Saúde pelo telefone 150 - Disque-Vigilância/SES ou pelo e-mail dengue@saude.rs.gov.br, para investigação dos casos e desencadeamento das medidas de controle. 

Diante de um caso suspeito de dengue, reiteram-se os procedimentos a seguir, de acordo com o Programa Nacional de Controle da Dengue, não se aguardando o resultado laboratorial:
- Pesquisa Vetorial Especial (PVE) nos locais de moradia, trabalho  e/ou estudo, conforme o caso;
- Busca Ativa de casos suspeitos associados, nos locais onde o paciente transitou (moradia, trabalho, estudo e outros) nos últimos 15 dias. 

- Bloqueios de Transmissão Viral, observando-se os critérios: a)período de até 10 dias do início dos sintomas; b)sintomatologia compatível; c)presença de Aedes aegypti na(s) localidade(s) de convivência do  paciente. 

A rede de assistência aos pacientes suspeitos deve seguir os protocolos de atendimento preconizados pelo Ministério da Saúde Secretaria Estadual da Saúde, com ênfase na classificação de risco.

\r\n

DEFINIÇÃO DE CASO SUSPEITO DE DENGUE

\r\n

Paciente com febre com duração máxima de 07 dias, acompanhada de pelo menos dois dos seguintes sintomas: cefaléia, dor retroorbital, mialgia, artralgia, prostração, exantema e com exposição à área com transmissão de dengue ou com presença de Aedes aegypti nos últimos 15 dias.

Fonte: Centro Estadual de Vigilância em Saúde
Relatório de 20.4.2011

Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

20/01/2022
Confira: agenda de fevereiro dos atendimentos descentralizados do Coren-RS na Área


20/01/2022
Coren-RS na Área divulga agenda do primeiro semestre de 2022: confira!


19/01/2022
Banco de Leite do Hospital Presidente Vargas necessita de doação de leite humano com urgência


18/01/2022
ATENÇÃO: QUEM EMITIU O BOLETO DA ANUIDADE 2022 ATÉ 10/12 TEM ATÉ 31/01 PRA PAGAR COM 24% DE DESCONTO


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS