Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

09/02/2012
Parceria Cofen-Procuradoria dos Direitos dos Cidadãos elabora cartilha sobre Saúde Mental


Em parceria com a Procuradoria Federal dos Direitos dos Cidadãos, o Cofen contribuiu para a construção da Cartilha Direito à Saúde Mental.

A elaboração da cartilha contou com a colaboração dos Conselhos Federais da área de saúde, além de Grupos de Trabalhos da Procuradoria Federal formados especialmente para o estudo sobre as questões mais relevantes a respeito da saúde mental.

O funcionamento da rede de saúde mental depende de uma formação adequada e envolvimento dos profissionais de saúde, a exemplo dos enfermeiros, técnicos e auxiliares.

No Brasil, o direito à saúde mental é amparado pela Lei Federal nº 10.216/2001 e já conta com o acesso gratuito e facilitado a vários serviços públicos de atenção e auxílio. Mas vale lembrar que depende, sobretudo, da existência de condições para uma vida digna, contando, assim, com a constante articulação de indivíduos, comunidades e da sociedade como um todo para a construção de uma realidade social mais justa.

Saiba mais sobre os transtornos mentais:

O QUE É O DIREITO À SAÚDE MENTAL?
É um direito fundamental do cidadão, previsto na Constituição Federal para assegurar bem-estar mental, integridade psíquica e pleno desenvolvimento intelectual e emocional.


QUEM GARANTE ESSE DIREITO?
No Brasil, o direito à saúde mental é amparado pela Lei e já conta com o acesso gratuito e facilitado a vários serviços públicos de atenção e auxílio. Mas vale lembrar que depende, sobretudo, da existência de condições para uma vida digna, contando, assim, com a constante articulação de indivíduos, comunidades e da sociedade como um todo para a construção de uma realidade social mais justa.

NO CASO DE SUSPEITA DE TRANSTORNO MENTAL A QUEM RECORRER?
O auxílio pode ser buscado em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) ou uma unidade do programa de Saúde na Família. Lá a pessoa é encaminhada para tratamento multidisciplinar com médicos, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros, terapeutas ocupacionais, educadores físicos, além de técnicos de diversas áreas.
Tomar remédios, conversar na Psicoterapia, praticar uma terapia corporal, pintar, desenhar e várias outras atividades podem ajudar. Os melhores resultados são obtidos quando esses tratamentos são feitos ao mesmo tempo e quando os profissionais trabalham de forma coordenada entre si.

O QUE É O MOVIMENTO DA REFORMA PSIQUIÁTRICA?
Reforma Psiquiátrica ou Luta Antimanicomial são nomes genéricos dados a uma grande mobilização social que já dura mais de duas décadas e vem propondo a reformulação das políticas públicas de saúde mental, de modo a abandonar o modelo asilar – considerado invasivo e opressor, fundado sobre a discriminação e a segregação de pessoas retiradas de seus campos de convivência, privadas de liberdade e tolhidas no exercício de sua singularidade e cidadania – para substituí-lo por um conjunto de serviços abertos e comunitários que devem garantir à pessoa com transtorno mental o cuidado necessário para viver com segurança em liberdade, no convívio familiar e social tanto quanto possível.

Fonte: COFEN

Para acessar a Cartilha, clique aqui.

Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

10/08/2022
Diretoria do Coren-RS recebe vereadora de Panambi


10/08/2022
Inscritas(os) em débito receberão aviso de protesto cartorial: saiba o que é e como pagar


09/08/2022
Fórum Nacional de Enfermagem lança manifesto de trabalhadoras(es)


09/08/2022
AVISO DE SESSÃO PÚBLICA: contratação do serviço de transmissão online de evento


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS