Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

04/01/2013
Roteiro do Litoral Norte colheu demandas da categoria
Agenda também teve por objetivo sensibilizar Secretários de Saúde para as questões da enfermagem

O presidente do Coren-RS, iniciou roteiro pelo Litoral Norte para visitar as Secretarias de saúde dos municípios, as unidades de ESF - Estratégia de Saúde da Família, Hospitais e Postos de Saúde. No primeiro dia o roteiro começou às 7h da manhã e foi até às 20h. Os municípios visitados foram Torres, Mampituba, Morrinhos do Sul, Três Forquilhas, Três Cachoeiras e Dom Pedro de Alcântara. Os roteiros foram acompanhados pela Coordenadora do Curso de Enfermagem da Ulbra, professora Célia Scapin, pela professora Andressa, também da Ulbra, e pela representante do Sindisaúde de Torres, Jerusa Cardoso e pela Assessora Institucional do Coren-RS, Silze Ribeiro.

A visita começou pelo Hospital Nossa Senhora de Torres, onde a equipe de enfermagem se reuniu com o presidente do Coren-RS e contou da sua realidade, dificuldades e demandas. Na Secretaria Municipal de Saúde de Torres a reunião começou com a Responsável Técnica, Claudia Trindade, e a da Estratégia de Saúde da Família, enfermeira Luciana Bandeira. A nova Secretária da Saúde, Karla Mattos, salientou que o foco da Secretária de Saúde de Torres será qualidade do atendimento e comprometimento. Que vai se empenhar na humanização do cuidado e que está muito preocupada com a valorização dos profissionais de enfermagem. Em Torres a visita prosseguiu pelos postos de saúde, onde o representante do Coren-RS conversou com todos os profissionais da enfermagem presentes.

Durante a tarde o roteiro prosseguiu por diversos municípios, onde o enfermeiro Ricardo foi recebido pela Secretária de Saúde de Mampituba, Marta Aguiar, que já detém os recursos para a construção do terceiro Posto de Saúde do município; pela Responsável Técnica de Morrinhos do Sul, Priscila Maciel, cuja equipe tem tido dificuldade de lidar com o alto índice de depressão e suicídio do município, cujos adolescentes também já estão se vendo envolvidos com o crack; pelo Secretário de Saúde de Três Forquilhas, Robson Bobsin e Responsável Técnica enfermeira Daniela Dornelles, que enfrentarão um segundo mandato e cuja enfermagem ainda não recebe o índice de insalubridade a que tem direito; pela Responsável Técnica de Três Cachoeiras, enfermeira Maria Loeci Fernandes, que está recém assumindo, acabando com uma falta de quase dois anos; e pelo Secretário de Saúde de Dom Pedro de Alcântara, José Ailson e a Responsável Técnica enfermeira Fernanda Patrício, onde houve troca de governo e o posto de saúde precisará de ampla reestruturação. No momento da visita o Secretário comemorava a conquista de uma ambulância para o município.

No segundo dia, prosseguindo o roteiro iniciado ontem pelo litoral norte, o enfermeiro Ricardo Rivero, presidente do Coren-RS, esteve na manhã de hoje em Arroio do Sal, reunido com 16 profissionais da enfermagem e com o Secretário de Saúde do município, Manoel Antônio de Oliveira. Na conversa com os profissionais de enfermagem foi unânime que falta união entre a categoria, e que é preciso que o código de ética e a legislação profissional sejam cumpridas com responsabilidade, mas que também exista mais solidariedade entre os enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem. Para o enfermeiro Ricardo, estas conversas com os prefeitos, secretários de saúde e vereadores são muito importantes pois ainda existem muitos gestores públicos que só vêem a enfermagem como mão de obra barata. “É preciso esclarecer a verdadeira importância e o papel da enfermagem. Também queremos sensibilizar as prefeituras e as câmaras de vereadores para que melhorem a remuneração dos técnicos e auxiliares, vistos que em muitos municípios não chega ao valor do mínimo regional. Sabemos que esta questão é sindical mas é um tema que acaba por influenciar em questões do âmbito do Coren-RS como a sobrecarga, o absenteísmo e o estress, que põe em risco a segurança do paciente e do profissional”, conclui Ricardo.

Na tarde do dia 04 de janeiro o enfermeiro Ricardo Rivero e sua equipe prosseguiram o roteiro pelo Litoral. No município de Terra de Areia, com a presença da Responsável Técnica Rejane Hofmman e do Secretário Municipal da Saúde, Marcio Ferrari, o presidente do Coren-RS recebeu a informação de que os técnicos em enfermagem do município recebiam um salário de apenas R$ 600,00 reais, um valor abaixo do mínimo regional e que havia dificuldade em contratar profissionais. Para o presidente do Coren-RS estes valores baixos são o motivo pelo qual cada vez menos técnicos tem interesse nas vagas, visto que diversos setores da economia que não envolvem responsabilidades com a vida de terceiros, estão remunerando bem melhor.

Em Tramandaí a visita começou pela Secretaria Municipal de Saúde, onde o presidente do Coren-Rs foi recebido pela secretária Nara Mazero. A Secretária falou que está muito afinada com esta nova gestão do Conselho gaúcho pois seu foco será na humanização do cuidado e na valorização do profissional. Neste sentido a secretária contou que pretende liberar todos os funcionários de enfermagem que quiserem se qualificar ou se atualizar. Aproveitou a ocasião também para dizer ao enfermeiro Ricardo que a postura assumida pela fiscalização do Coren, antes exclusivamente punitiva e arrecadadora e agora orientativa está tendo um resultado maravilhoso entre os profissionais.

No Hospital Tramandaí, a reunião foi com a Diretora Assistencial do Hospital, Ramoni Oliveira, que fez questão de observar que nunca havia imaginado receber uma visita de aproximação institucional do Coren-RS, salientando a importância deste trabalho que vem sendo feito por esta gestão.

No município de Imbé a visita foi ao Posto 24 horas e à Secretaria Municipal de Saúde, onde o enfermeiro Ricardo foi recebido pelo secretário Leandro Candiaro, no galpão improvisado onde a SMS está funcionando. Na ocasião o Secretário contou ao presidente do Coren-RS a situação em que recebeu a saúde do município, explicando os motivos pelos quais teve que fechar 2 dos 5 postos de saúde do município. O enfermeiro Ricardo entrou em contato com a fiscalização do Conselho solicitando que realizassem uma visita aos postos e também se colocou a disposição do gestor da saúde de Imbé.

Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

08/12/2021
Departamento de Fiscalização do Coren-RS reúne profissionais, promovendo capacitação e integração


07/12/2021
Últimos dias: prazo para gerar o boleto da anuidade 2022 com 24% de desconto termina em 10/12!


07/12/2021
Coren-RS participa de reunião sobre fiscalização de Pronto Atendimentos de Porto Alegre


07/12/2021
Coren-RS visita Alegrete e Rosário do Sul promovendo diálogo e aproximação com a Enfermagem


 
 
Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira das 10h às 16h sem fechar ao meio-dia
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS