Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

25/02/2013
Cidade do Canadá seleciona profissionais de Enfermagem brasileiros
Quebec, maior província do Canadá, quer contratar pelo menos 7,8 mil profissionais estrangeiros

A falta de mão de obra qualificada, tão discutida no Brasil recentemente, tem afetado também outros países. No caso da província do Québec, no Canadá, o deficit, de acordo com o Ministério da Saúde e dos Serviços Sociais (MSSS), atingirá a área da Enfermagem. Vão faltar mais de 7,8 mil profissionais para atender a demanda local. A solução encontrada pelo governo é buscar trabalhadores em outros países, inclusive no Brasil.

A assessora em promoção do Escritório de Imigração do Québec, Perla Haro Ruiz, explica que a procura por profissionais na área de enfermagem se dá por causa das características da população. O governo busca aumentar o número de habitantes da província, que, apesar de ser a maior do Canadá, conta com apenas seis habitantes por quilômetro quadrado. Além disso, há a questão do envelhecimento da população. "Isso faz com que a demanda de serviços de saúde aumente e, ao mesmo tempo, as pessoas que estão se aposentando acabam liberando as vagas", relata a assessora.

"É preciso atrair mão de obra de outros países porque, no Québec, a necessidade da população por cuidados médicos aumentou. E esses profissionais também vão servir para apoiar a transformação da rede de saúde na província, que busca aproximar ao máximo o atendimento das pessoas, melhorando o tratamento de saúde na comunidade", acrescenta Madeleine Lauzier, diretora-conselheira da Ordem das Enfermeiras e Enfermeiros do Québec (OIIQ, na sigla em francês). Segundo ela, desde 2010, a ordem recebeu cerca de 400 profissionais estrangeiros e, no ano passado, quase 5% dos enfermeiros que atuavam na província eram diplomados no exterior.

Panorama nacional
No Brasil, o número de enfermeiros está próximo do que é considerado ideal pela Organização Mundial da Saúde (OMS), 1 a cada 500 habitantes. De acordo com dados do Conselho Regional de Enfermagem (Cofen), há 0,89 profissional a cada 500 habitantes no país. Porém, a diretora da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), Dilma Teodoro, lembra que a rede pública de saúde promove seleções com frequência e, mesmo assim, a Secretaria de Saúde sempre tem carência de profissionais. Para ela, a experiência fora do país pode contribuir para o crescimento do trabalhador. "Quando o profissional sai para trabalhar encontrará uma realidade um pouco diferente e volta com um diferencial, no sentido de conhecer outras formas de conhecimento", reflete.

Requisitos
» Curso superior na área
» Domínio do francês
» Participar de estágio de integração remunerado, com duração de 30 a 40 dias
» De preferência ter até 35 anos

Visto
Os passos para obter o visto de trabalho permanente estão disponíveis no site www.imigrarparaquebec.ca. Para pesquisar as vagas disponíveis, acesse o site www.emploiquebec.net e digite na busca as palavras "infirmières" ou "infimiers".

Fonte: Cofen

Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

24/06/2022
Técnico de Enfermagem William Duarte de Medeiros é o indicado do Coren-RS ao Prêmio Anna Nery


23/06/2022
Coren-RS apoia resolução do CES/RS que repudia retrocessos na política de assistência a gestantes


22/06/2022
Cofen abre consulta pública sobre procedimento de sutura


22/06/2022
Cofen firma acordo de cooperação técnica com a Alemanha


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS