Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

27/06/2013
Casos de gripe, rinite e pneumonia aumentam com tempo seco e frio, alerta especialista
O clima frio pode causar a queda da defesa do organismo, causando essa epidemia de infecções virais

Nessa época do ano, com o tempo mais seco e frio, é comum que crianças, idosos e pessoas com doenças crônicas fiquem mais suscetíveis as doenças respiratórias infecciosas, inflamatórias e alérgicas transmitidas pelo ar. Entre as causas está o fato de as pessoas ficarem cada vez mais próximas e em ambientes fechados, além da baixa umidade do ar típica da estação.
De acordo com a pneumologista pediátrica, Beatriz Barbisan, do departamento de Pneumologia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), o paciente está predisposto a contrair resfriado, gripe, sinusite, otite (inflamação no ouvido) e, até mesmo, pneumonia viral.
— O clima frio pode causar a queda da defesa do organismo, causando essa epidemia de infecções virais e bacterianas. Além dessas, também são desencadeadas a asma e a rinite, doenças de fundo alérgico.
Dados da OMS (Organização Mundial de Saúde) apontam que 30% da população mundial sofre com algum tipo de alergia respiratória. O problema pode ser evidenciado por coceiras no nariz e espirros constantes. Já nos quadros de gripe e resfriado, os sintomas mais comuns são tosse, espirros, coriza, febre e mal-estar.
— Os quadros de alergias são desencadeados por ácaros, mofos e substâncias presentes na poeira doméstica, fumaça de cigarro, poluição do ar e cheiros fortes.
Enquanto que os agentes causadores da gripe e resfriado são os vírus, as doenças alérgicas podem ocorrer por fatores genéticos, ou seja, a pessoa nasce com essa predisposição à alergia.
No primeiro caso, é importante não confundir os sintomas que, apesar de semelhantes, são causadas por vírus diferentes (confira quadro abaixo).
Para quadros de gripe, a vacinação é o procedimento mais eficaz de prevenção. Além dessa, a pneumologista recomenda não ficar em lugares fechados, lavar as mãos, consumir mais líquidos e umidificar o ambiente, assim, evita as irritações nasais e a chance de obter uma doença alérgica.
Para combater as alergias causadas por agentes poluidores e ácaros é importante:
— Forrar colchões e travesseiros (principais focos de ácaros) com capas especiais anti-ácaros
— Manter a casa e, principalmente o quarto, limpos e arejados. Evitar bichinhos de pelúcia, almofadas, cortinas pesadas, pois acumulam pó e são mais difíceis de serem lavados
— Lavar blusas de lã, casacos e jaquetas que estejam no armário há meses, antes de utilizá-los
— Para se remover o pó dos móveis, evitar o uso do espanador, uma vez que ele apenas muda o pó de lugar. Preferir um pano úmido
— Aplicar produtos específicos para controle dos ácaros em carpetes, tapetes e cortinas 

Autor: Redação 
Fonte: R7 - Saúde 

Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

27/01/2023
Manifesto pelas vítimas da Covid19 é entregue a representante do Ministério da Saúde


27/01/2023
Covid19: Ministério da Saúde prevê começo de reforço bivalente em 27 de fevereiro


27/01/2023
Coloque na agenda: Conferências Estadual e Nacional de Saúde ocorrem em maio e julho, respectivamente


26/01/2023
Cofen alinha últimos detalhes do programa de especialização Pós Tec Enfermagem


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS