Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

10/10/2013
Coren-RS e Abenfo iniciam ações de consolidação da Rede Cegonha


O Coren-RS e a Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras (Abenfo) iniciam amanhã, 11 de outubro, ações para consolidação da Rede Cegonha nas instituições públicas de saúde do Estado. As estratégias foram definidas em reunião anterior entre as instituições, que firmaram parceria para consolidar a implantação do projeto Rede Cegonha nas maternidades gaúchas. 

O objetivo desta primeira ação é visitar os Centros Obstétricos dos hospitais Fêmina, Presidente Vargas, Santa Clara, Conceição e Clínicas. O setor de fiscalização do Coren-RS irá verificar a situação do trabalho da enfermagem nos COs e como essas maternidades estão operando, além de avaliar o fluxo do atendimento a parturiente e se há protocolo de classificação de risco implantado nos centros. 

O que é a Rede Cegonha?
A Rede Cegonha é uma estratégia do Ministério da Saúde, operacionalizada pelo SUS, fundamentada nos princípios da humanização e assistência, onde mulheres, recém-nascidos e crianças tem direito a:
Ampliação do acesso, acolhimento e melhoria da qualidade do pré-natal. 
Transporte tanto para o pré-natal quanto para o parto. 
Vinculação da gestante à unidade de referência para assistência ao parto - “Gestante não peregrina!” e “Vaga sempre para gestantes e bebês!”. 
Realização de parto e nascimento seguros, através de boas práticas de atenção. 
Acompanhante no parto, de livre escolha da gestante. 
Atenção à saúde da criança de 0 a 24 meses com qualidade e resolutividade. 
Acesso ao planejamento reprodutivo.
É uma Rede de cuidados que assegura às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo, à atenção humanizada à gravidez, parto e puerpério. E às crianças o direito ao nascimento seguro, crescimento e desenvolvimento saudáveis .
Seus objetivos são a implantação de um novo modelo de atenção ao parto, nascimento e à saúde da criança; Construção de rede de atenção que garanta acesso, acolhimento e resolutividade, e a redução da mortalidade materna e neonatal.


Como e onde a enfermagem se insere na Rede Cegonha?
Cabe ao enfermeiro realizar a consulta de enfermagem e a prescrição de medicamentos estabelecidos em programas de saúde pública e em rotina aprovada pela instituição de saúde.
Lei n. 7.498/86
Cabe ao enfermeiro a assistência à parturiente e ao parto normal; identificação das distócias obstétricas e tomada de providências até a chegada do médico; a realização de episiotomia e episiorrafia e aplicação de anestesia local, quando necessária.
Lei n. 7.498/86.
A classificação de risco nas emergências obstétricas e priorização da avaliação do risco é privativo do Enfermeiro.
Resolução do Cofen 423/2012
A enfermagem  tem o compromisso de assegurar a presença de acompanhante em todas as fases da parturição.
Lei n. 11.108 de 2005.

Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

27/01/2023
Manifesto pelas vítimas da Covid19 é entregue a representante do Ministério da Saúde


27/01/2023
Covid19: Ministério da Saúde prevê começo de reforço bivalente em 27 de fevereiro


27/01/2023
Coloque na agenda: Conferências Estadual e Nacional de Saúde ocorrem em maio e julho, respectivamente


26/01/2023
Cofen alinha últimos detalhes do programa de especialização Pós Tec Enfermagem


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS