Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

21/02/2014
Coren-RS acompanha a paralisação dos servidores da saúde em Porto Alegre
Movimento que terminou hoje respeitou a segurança dos pacientes

O Coren-RS esteve presente na paralisação da saúde no município de Porto Alegre, nesta quinta e sexta-feira (20 e 21/02), com o objetivo de garantir a continuidade da assistência e a segurança do paciente e do profissional. O Coren-RS dividiu suas equipes entre o Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, o Hospital de Pronto Socorro,  e nos Pronto Atendimentos da Vila Cruzeiro, Lomba do Pinheiro e Bom Jesus, durante as 24 horas de duração do movimento.

Enquanto o presidente do Conselho de Enfermagem, enfermeiro Ricardo Rivero e o conselheiro Fabrício dos Santos, estiveram com parte da equipe no HPS, verificando o funcionamento de todas as alas durante o movimento, o Secretário Claudir Lopes esteve no Pronto Atendimento da Vila Cruzeiro e a Conselheira Luci Malicovski foi para o PAM3. Acompanhados pela assessoria jurídica, visitaram as unidades e conversaram com os profissionais de Enfermagem antes do início da paralisação, às 8h. Na ocasião, esclareceram a todos sobre a presença do Conselho para garantir a cota mínima de pessoal e receberam denúncias de assédio moral, falta de pessoal e de estrutura adequada ao atendimento - faltam materiais básicos para atendimento e locais como o isolamento funcionam em condições insalubres, colocando em risco a saúde dos pacientes e dos trabalhadores.

A partir das 8h de quinta-feira, as equipes das unidades paralisadas iniciaram a triagem de pacientes: atendimentos de risco de vida continuaram a ser feitos e os demais casos foram reencaminhados para postos e saúde da região. Os trabalhadores da saúde conversaram com a população, esclarecendo que a paralisação era devida à falta pessoal para o atendimento no ano todo, redução de leitos, retirada do percentual de insalubridade além de não se ter condições de atendimento adequado e falta de materiais. Alguns pacientes apoiaram a manifestação e permaneceram junto às unidades de atendimento. Não houve incidente e nem problemas com os pacientes já internados.

Na manhã de hoje (21/02) o movimento encerrou com uma caminhada que partiu do Hospital de Pronto Socorro e foi até o Paço Municipal. Trabalhadores da saúde de todas as cinco unidades paralisadas estiveram presentes. Aguardam agora a reunião que os líderes do movimento terão com o Secretário da Saúde, Carlos Casartelli, as 15h.

Texto e fotos: Luisa Souza e Fernanda Barth


Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

24/06/2022
Técnico de Enfermagem William Duarte de Medeiros é o indicado do Coren-RS ao Prêmio Anna Nery


23/06/2022
Coren-RS apoia resolução do CES/RS que repudia retrocessos na política de assistência a gestantes


22/06/2022
Cofen abre consulta pública sobre procedimento de sutura


22/06/2022
Cofen firma acordo de cooperação técnica com a Alemanha


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS