Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

05/11/2015
Coren-RS traz elementos técnicos para reflexão sobre a saúde do homem


O Conselho Regional de Enfermagem do Rio Grande do Sul (Coren-RS) vem a público declarar que, a exemplo de outras entidades e instituições da Enfermagem e da saúde, questiona o Novembro Azul (idealizado pelo Instituto Lado a Lado em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia para chamar a atenção para o câncer de próstata). Importante ressaltar que, apesar disso, a Autarquia reconhece a importância de ações responsáveis e com embasamento que chamem a atenção para a saúde do homem. 

O câncer de próstata é o câncer mais frequente e uma das principais causas de morte por câncer em homens no Brasil e no mundo. Da década de 1990 até meados de 2008, recomendava-se que homens sem sintomas realizassem o PSA (exame de sangue utilizado para tentar identificar pessoas com câncer de próstata) e o toque retal periodicamente. Entretanto, entre 2008 e 2013, diversas instituições de saúde atualizaram suas diretrizes e recomendações sobre o rastreamento da doença.

A crença propagada pelo senso comum de que a melhor maneira de lidar com o câncer é por meio do diagnóstico e tratamento agressivos precoces desvia a atenção dos possíveis malefícios que um exame ou tratamento podem causar. O Coren-RS entende que as melhores evidências científicas atuais apontam que mais homens serão prejudicados pelo rastreamento com PSA e exame de toque do que terão benefício. No entendimento do Conselho, a campanha do Novembro Azul não aborda, de forma clara e responsável, os possíveis malefícios do rastreamento e a importância da decisão informada e preferências pessoais dos homens na decisão de realizar o exame.
 
O Instituto Nacional do Câncer (INCA)/ Ministério da Saúde não recomenda o rastreamento do câncer de próstata, como esclarece em nota técnica. Está disponível no site do INCA o Informativo Detecção Precoce (nº2/2014) que aborda recomendações para a detecção precoce desse câncer no Brasil e estratégias para o controle da doença. No mesmo sentido, há manifestações do TelessaúdeRS

Fonte: Asscom Coren-RS
Jornalista Joanna Ferraz
DRT/RS 12.176

Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

18/08/2022
Coren-RS realiza reunião de capacitação com profissionais do Hospital Universitário de Pelotas


16/08/2022
OMS e OPAS divulgam manual sobre manejo clínico para varíola dos macacos: acesse aqui


15/08/2022
Tire suas dúvidas sobre o Piso Salarial da Enfermagem


15/08/2022
Departamento de Fiscalização (Defisc) do Coren-RS participa de capacitação interna


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS