Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

17/03/2017
Palestra sobre Violência Invisível, com pesquisadora da Fiocruz, marca lançamento de revista


O lançamento da Revista Divulgação em Saúde, com a temática A enfermagem no âmbito do SUS, foi marcada pela palestra intitulada Violência Invisível da pesquisadora da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) e coordenadora da Pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil, Maria Helena Machado. A pesquisa foi realizada pela Fiocruz, por iniciativa do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen). 

O evento, promovido pelo Conselho Regional de Enfermagem do Rio Grande do Sul (Coren-RS) foi realizado na quarta-feira (15), no Anfiteatro Hugo Gerdau da Santa Casa de Porto Alegre.

Maria Helena abordou a violência institucional que os trabalhadores da saúde, em especial os da Enfermagem, sofrem no seu cotidiano. Conforme a pesquisadora da Fiocruz, a categoria da Enfermagem é uma força de trabalho feminina. “Um exército de mulheres fazendo saúde no País, divido em três grandes categorias: enfermeiros(as), técnicos(as) e auxiliares – estas duas últimas categorias representam 77%”. São trabalhadores(as) com jornadas de trabalho extensas e que mesmo sendo o maior número de trabalhadores(as) de uma instituição, são invisíveis. 

Maria Helena apontou dados que mostram a violência invisível na Enfermagem. No RS, conforme a pesquisa, números refletiram uma realidade de longas jornadas de trabalho e remuneração incompatível com as funções desempenhadas: 67,5% afirmaram sofrer de desgaste profissional. Do total de entrevistados(as), 42% disseram trabalhar entre 31 e 40 horas semanais, e 22,5%, entre 41 e 60 horas. Quanto à renda total das atividades de enfermagem (que levou em conta a média das remunerações declaradas por enfermeiros(as), técnicos(as) e auxiliares dos setores público, privado e filantrópico), 38,4% disseram ganhar entre R$ 1.001 e R$ 2.000 e 12,8%, entre R$ 681 e R$ 1.000. 

Segundo a pesquisadora, mesmo sendo essenciais no Sistema de Saúde, os profissionais da enfermagem relatam não receberem a devida atenção e respeito nas instituições de saúde e denunciam não dispor de qualquer infraestrutura de descanso durante sua extensa jornada de trabalho, além de não se sentirem protegidos no ambiente de trabalho.

Ao final do evento, houve o lançamento da Revista Divulgação em Saúde, com a temática A Enfermagem no âmbito do SUS, A revista, editada pelo Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes) em parceria com o Cofen, contém importantes artigos relacionados à Enfermagem.

Fonte: Departamento de Comunicação Institucional
Jornalista Denise Campão
DRT/RS 5.695

Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

08/08/2022
Coren-RS na Área realiza 76 atendimentos em Canoas


05/08/2022
Coren-RS prestigia inauguração do curso técnico de Enfermagem do Senac de Santa Maria


05/08/2022
Coren presente em audiência pública sobre projeto que trata sobre atuação de doulas, em Santa Maria


04/08/2022
Governo sanciona Piso Salarial da Enfermagem, mas com veto sobre reajuste anual


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS