Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

30/11/2018
Vitória do Coren-RS pela Enfermagem



O Conselho Regional de Enfermagem do Rio Grande do Sul (Coren-RS) garantiu, mais uma vez, que os direitos das(dos) profissionais da Enfermagem fossem garantidos. Foram mais de 10 serviços de saúde que, após notificação do Coren-RS, tiveram os requisitos atendidos.

CONFIRA:

PAD 178-16 Prefeitura Municipal de Santo Antônio do Planalto, que conta com 01 Unidade Sanitária de Saúde com uma equipe de Estratégia de Saúde da Família (ESF).

Item atendido:
1. Ausência de Enfermeiro onde são desenvolvidas ações de enfermagem

PAD 445-16 Prefeitura Municipal de Barra da Guarita, que conta com 03 Unidades Básicas de Saúde.

Itens atendidos:
1.Inexistência de Escala do Serviço de Enfermagem.
2. Inexistência de Normas e Rotinas do Serviço de Enfermagem.
3. Inadequação do Procedimento Operacional Padrão (POP).
4. Inadequação dos registros relativos à assistência de enfermagem.
5. Inexistência de Anotação de Responsabilidade Técnica do Serviço de Enfermagem.
6. Profissional(is) de Enfermagem que não executa(am) o Processo de Enfermagem.
7. Inexistência de Enfermeiro onde são desenvolvidas ações de Enfermagem

PAD 191-17 Instituto de Endoscopia e Cirurgia do Aparelho Digestivo de Pelotas, instituição privada que realiza exames de endoscopia e colonoscopia, através de convênios, particular e SUS.

Itens atendidos:
1. Inadequação das escalas do serviço de enfermagem
2. Inadequação do Regimento do Serviço de Enfermagem
3. Inadequação dos registros relativos a assistência de enfermagem
4. Inexistência de anotação de responsabilidade técnica
5. Profissionais de enfermagem que não executam o processo de enfermagem contemplando as cinco etapas preconizadas
6. Inexistência do cálculo de dimensionamento de pessoal de enfermagem
7. Ausência de enfermeiro (a) onde são desenvolvidas ações de enfermagem

PAD 153-17 Secretaria Municipal de Saúde de Gravataí – UPA Abílio Alves dos Santos, que presta atendimento nas 24 h de demanda espontânea e pacientes encaminhados do Hospital Dom João Becker.

Itens atendidos:
1. Inadequação do Regimento do serviço de enfermagem
2. Inexistência do manual de normas e rotinas
3. Profissionais de enfermagem que não executam o processo de enfermagem contemplando as cinco etapas preconizadas
4. Inexistência do cálculo de dimensionamento de pessoal de enfermagem

PAD 77-16 Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves, a SMS conta com 38 unidades de saúde para atendimento da população do município.

Itens atendidos:
1. Inexistência de anotação de responsabilidade técnica;
2. Gestão do serviço de enfermagem assumida por profissional não enfermeiro;
3. Ausência de enfermeiro onde são desenvolvidas ações de enfermagem;
4. Inexistência do regimento do serviço de enfermagem;
5. Inexistência de manual de normas e rotinas;
6. Inadequação da escala do serviço de enfermagem;
7. Inadequação na realização de reunião entre a equipe;
8. Inexistência do programa de capacitações;
9. Inadequação dos registros relativos a assistência de enfermagem.

PAD 74-17 Prefeitura Municipal de Capela de Santana, a SMS conta com 04 unidades de saúde para atendimento da população do município.

Itens atendidos:
1. Inexistência da escala do serviço de enfermagem;
2. Inexistência de regimento do serviço de enfermagem;
3. Inexistência dos registros de enfermagem;
4. Apor o número e sua respectiva categoria de inscrição no conselho;
5. Inexistência de anotação de responsabilidade técnica;
6. Inexistência da execução do processo de enfermagem;
7. Inexistência do cálculo de dimensionamento de pessoal de enfermagem

PAD 213-17 Associação Hospitalar Santa Rita – Hospital Santa Rita (Jaboticaba/RS), entidade filantrópica com capacidade instalada de 40 leitos.

Itens atendidos:
1. Inadequação da escala do serviço de enfermagem;
2. Inadequação dos registros de enfermagem;
3. Profissional de enfermagem que não executa o processo de enfermagem;
4. Inadequação no cálculo de dimensionamento de pessoal de enfermagem.

PAD 291-16 Prefeitura Municipal de Tabaí, a SMS conta com três unidades de saúde para atendimento da população do município.

Itens atendidos:
1. Inexistência da escala do serviço de enfermagem;
2. Inexistência de regimento do serviço de enfermagem;
3. Inexistência de normas e rotinas do serviço de enfermagem;
4. Inexistência de procedimento operacional padrão;
5. Inexistência de anotação de responsabilidade técnica;
6. Inexistência da execução do processo de enfermagem;
7. Inexistência de enfermeiro onde são desenvolvidas ações de enfermagem.

PAD 422-16 Prefeitura Municipal de Centenário, a SMS conta com uma unidade de saúde para atendimento de uma população estimada de 2.965 habitantes.

Itens atendidos:
1. Inadequação da escala do serviço de enfermagem;
2. Inadequação do regimento do serviço de enfermagem;
3. Inadequação de normas e rotinas do serviço de enfermagem;
4. Inexistência de anotação de responsabilidade técnica;
5. Inexistência da execução do processo de enfermagem.

PAD 106-17 Prefeitura Municipal de Rodeio Bonito, a SMS conta com 03 unidades de saúde para atendimento de uma população estimada de 6.000 habitantes.

Itens atendidos:
1. Inexistência da escala do serviço de enfermagem;
2. Inadequação do regimento do serviço de enfermagem;
3. Inexistência das normas e rotinas do serviço de enfermagem;
4. Inadequação dos registros relativos à assistência de enfermagem;
5. Inexistência de anotação de responsabilidade técnica;
6. Profissional de enfermagem que não executa o processo de enfermagem;
7. Exercício irregular da enfermagem.

PAD 107-17 Prefeitura Municipal de Novo Tiradentes, a SMS conta com uma unidade de saúde para atendimento de uma população estimada de 2.400 habitantes.

Itens atendidos:
1. Inadequação da escala do serviço de enfermagem;
2. Inadequação do regimento do serviço de enfermagem;
3. Inexistência do manual de normas e rotinas;
4. Inadequação dos registros relativos à assistência de enfermagem;
5. Inexistência de anotação de responsabilidade técnica;
6. Profissional de enfermagem que não executa o processo de enfermagem;
7. Exercício irregular da enfermagem;

PAD 212-17 Prefeitura Municipal de Condor, a SMS conta com 01 unidade de saúde com 03 ESF para atendimento de uma população estimada de 6.800 habitantes.

Itens atendidos:
1. Inexistência de procedimento operacional padrão;
2. Inadequação dos registros relativos à assistência de enfermagem;
3. Inexistência de anotação de responsabilidade técnica;
4. Profissional de enfermagem que não executa o processo de enfermagem.
É o Coren-RS lutando por uma Enfermagem ética, justa e segura para pacientes e profissionais.

Fonte: Assessoria de Comunicação Coren-RS
Texto: acadêmico de Jornalismo Douglas Glier Schütz

Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

12/08/2022
Fiocruz lança site sobre monkeypox, a varíola dos macacos


12/08/2022
Novo Código de Processo Ético da Enfermagem é publicado pelo Cofen


12/08/2022
Conselheiros ministram palestra a estudantes de curso técnico em Carazinho


11/08/2022
AVISO DE SESSÃO PÚBLICA: contratação de produção de material promocional


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS