Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

25/02/2021
ATENÇÃO: alerta sobre a aceleração de disseminação de Covid19



Nota do Centro de Operações de Emergências da Saúde (COE) traz alerta do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS) para a população gaúcha sobre o aumento da transmissão da Covid19 no Rio Grande do Sul. Confira:

O alerta recomenda ações efetivas que possam diminuir a transmissibilidade da Covid19, conforme as evidências científicas disponíveis:

1. Diminuir a circulação de pessoas.
a. Ficar em casa.
b. Respeitar o distanciamento físico de 2 metros entre pessoas que moram em casas diferentes.
c. Evitar/não realizar reuniões públicas, viagens ou atividades não essenciais.
2. Identificar e isolar pessoas sintomáticas ou casos suspeitos da Covid19.
a. Testar pessoas sintomáticas ou contactantes de forma ativa e oportuna.
b. Garantir isolamento de todas as pessoas com caso suspeito ou confirmado.
3. Usar de forma adequada máscaras e higienizar as mãos.

O aumento exponencial de pacientes hospitalizados pela Covid19 alcançam marcas diárias que superam as projeções matemáticas. Esses dados confirmam a alta concentração de circulação viral. O vírus Sars-Cov-2 é a causa básica da calamidade em que vivemos. A Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII) atingiu grandezas de sindemia – ou seja – quando vários agravantes atuam em conjunto deixando a situação ainda mais alarmante.

Os últimos 12 meses de Enfrentamento ao Covid19 são responsáveis por danos irreparáveis – que iniciam em diminuição da qualidade de vida, perda de empregos, adoecimentos por outras causas, sofrimento de profissionais de saúde pela exposição massiva a contextos de despedidas entre pacientes e familiares, exaustão física e emocional intensa de diferentes setores da sociedade e o luto de milhares de famílias gaúchas que perderam uma ou mais pessoas importantes.

Considerando diferentes aspectos – econômicos, sociais, biomédicos – as respostas mais custo efetivas são aquelas que agem de forma direta sobre a circulação do vírus - ou seja, é imprescindível diminuir de forma abrupta a circulação e o contato entre pessoas.

A ação rigorosa em tempo hábil pode diminuir a concentração viral e permitir o retorno da movimentação de pessoas associado aos cuidados individuais já conhecidos. Entretanto, cada dia em que se protela ações efetivas que reduzam a circulação de pessoas, aumenta a necessidade de prolongamento de medidas restritivas que tornam-se ainda mais prejudiciais para as questões socioeconômicas.

A inexistências de medicamentos efetivos para tratamento precoce desanimam, mas a existência de vacinas eficazes nos fazem vislumbrar um prazo mensurável para controle da crise, desde que novas variantes – aceleradas e otimizadas pela circulação de vírus e de pessoas – podem atrasar de forma significativa todos os avanços alcançados e esforços investidos.

Situações de luto, óbitos em domicílio sem atendimento, lotação em unidades de saúde e serviços médicos privados, absenteísmo devido ao cuidado de familiares ou sirenes de ambulância frequentes são fatos que prejudicam o desenvolvimento econômico, além de produzir fragilidades emocionais imensuráveis numa população. Face o exposto, recomendamos e alertamos a população gaúcha sobre a necessidade urgente de diminuir a circulação de pessoas, consequentemente a circulação viral em tempo oportuno.

Assinam essa nota:
Ministério Público Federal
Ministério Público do Rio Grande do Sul
Ministério Público do Trabalho
Procuradoria Geral do Estado
Conselho Estadual de Saúde
Federação das Santas Casas
Hospital de Clinicas de Porto Alegre
Grupo Hospitalar Conceição
COSEMS-RS - Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul
FAMURS - Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul
SIMERS – Sindicato Médico do Rio Grande do Sul
CREMERS – Conselho Médico do Rio Grande do Sul
CRF - Conselho Regional de Farmácia
COREN-RS - Conselho Regional de Enfermagem do Rio Grande do Sul]
SERGS - Sindicato dos Enfermeiros do RS
Sindihospa - Sindicato dos Hospitais e Clínicas de Porto Alegre
AMRIGS – Associação Médica do Rio Grande do Sul
Defesa Civil
UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul 
UFCSPA - Universidade Federal de Ciências da Saúde 
UNISINOS - Faculdade de Medicina
TelessaudeRS-UFRGS
Unimed Federação RGS

Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

09/08/2022
Fórum Nacional de Enfermagem lança manifesto de trabalhadoras(es)


09/08/2022
AVISO DE SESSÃO PÚBLICA: contratação do serviço de transmissão online de evento


08/08/2022
É dia 25/08: grandes encontros da Enfermagem em Caxias do Sul. Saiba mais e participe!


08/08/2022
Mental Tchê da SuperAção: Coren-RS promove integração com profissionais de Enfermagem


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS