Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

29/11/2023
Enfermagem rejeita proposta da CNSaúde para o Piso no setor privado
Categoria deverá apresentar uma contraproposta até a segunda-feira, dia 04/12

Entidades que representam a Enfermagem rejeitaram, nesta terça-feira, dia 28 de novembro, a proposta dos patrões para o pagamento do Piso da Enfermagem no setor privado, apresentada em reunião unilateral no Tribunal Superior do Trabalho (TST). Uma contraproposta da categoria deve ser elaborada até a próxima segunda-feira, 04/12, segundo o TST.

Não há informação de qual foi o teor da última proposta da Confederação Nacional de Saúde (CNSaúde). De acordo com o TST, seria necessário o consentimento de ambas as partes para que fosse pública. A mediação do TST foi solicitada pela CNSaúde, que representa a categoria patronal de estabelecimentos privados de saúde (hospitais, clínicas, casas de saúde, laboratório e serviços de diagnóstico, de imagem e de fisioterapia, entre outros).

No início do mês, o TST rejeitou a proposta apresentada pela CNSaúde que propunha parcelar reajustes por um prazo de até três anos. Ela foi considerada incapaz de atender aos interesses da Enfermagem e descartada pelo TST sem passar pelos representantes da categoria. Entidades da Enfermagem consideram as negociações uma tentativa de protelar a remuneração digna aprovada como Lei e integrada à Constituição.

O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) defende a aplicação integral do Piso Salarial em todo o território nacional, conforme amplamente pactuado e votado no Congresso Nacional. De acordo com a legislação e nos termos da decisão do Supremo Tribunal Federal, o piso é de R$ 4.750 para enfermeiras e enfermeiros, R$ 3.325 para técnicas e técnicos e R$ 2.375, para auxiliares e parteiras.

“Os valores pactuados são fruto de ampla negociação, levando em conta a realidade econômica, e visam justamente erradicar salários miseráveis”, afirma a presidente do Cofen, Betânia Santos.

Fonte: Ascom - Cofen

Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

29/02/2024
Coren-RS participa de aula magna para estudantes de curso técnico em Enfermagem, em Tramandaí


29/02/2024
Ministério Público do RS arquiva e indefere pedido do Simers contra a realização de sutura simples por enfermeiros


28/02/2024
Cofen regulamenta assistência de Enfermagem nos bancos de leite humano e postos de coleta


28/02/2024
Conselheira do Coren-RS integra Comissão Científica do 26º CBCENF


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS