Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

15/04/2024
Ministra Nísia Trindade anuncia investimentos em Enfermagem na Saúde da Família



A ministra da Saúde, Nísia Trindade, anunciou em uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira, 11 de abril, a nova Estratégia de Saúde da Família (ESF). Com a meta já estabelecida de implementar 2.360 equipes de Saúde da Família por ano até 2026, Nísia destacou a Enfermagem como um dos pilares desta política de eliminar o que chamou de “vazios assistenciais”. 

Na atividade, foram apresentados detalhes de como será o processo de reestruturação da ESF. Entre as mudanças, será implementada uma ferramenta de avaliação do atendimento, conectada com o SUS Digital, num modelo que dá prioridade ao retorno nas visitas domiciliares. A ideia, de acordo com o Governo Federal, é retomar o formato de atendimento no qual o profissional de Saúde, tipicamente de Enfermagem ou agente comunitário, bate de porta em porta para questionar os moradores do domicílio se estão com o cartão de vacinação em dia, verificar a pressão dos eventuais hipertensos e averiguara retirada de medicamentos na farmácia da Unidade Básica de Saúde mais próxima ou no programa Farmácia Popular.

Nova remuneração – A reestruturação prevê uma nova forma de financiamento como um dos pilares de qualidade do atendimento e indução de boas práticas. No formato anterior, as equipes de Saúde da Família eram pagas por número de pessoas credenciadas na atenção primária, o que, segundo a pasta, não significa que essas pessoas eram de fato acompanhadas pelas profissionais. “O resultado disso foi sobrecarga para as equipes, dificuldade de acesso e atendimento para a população”, disse Nísia.

Com o novo modelo, as equipes de Saúde da Família podem receber de R$ 24 mil a R$ 30 mil ao longo de 2024 e até R$ 34 mil em 2025, valores acima da média atual de R$ 21 mil. O montante varia de acordo com o número de pessoas acompanhadas por cada equipe, limitado a até 3 mil pessoas. O objetivo é diminuir a sobrecarga das equipes e diminuir os “vazios assistenciais”.

Papel da Enfermagem na Saúde em Família – A ESF está associada à redução da mortalidade infantil, à melhoria dos indicadores de Saúde das populações e uma maior efetividade dos sistemas de saúde em todo o planeta. Os profissionais de Enfermagem têm um papel fundamental, tanto na assistência quanto na gestão dos trabalhos. O vínculo com a população reforça o compromisso dos profissionais com os usuários e a comunidade, permitindo o diagnóstico da situação individual, social e epidemiológica, direcionando ações e encaminhamentos.  

Fonte: Ascom, com informações da Agência Brasil

Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

17/05/2024
SOS Chuvas: informações importantes


16/05/2024
PEC que vincula jornada de 30 horas ao Piso da Enfermagem atinge número suficiente de subscrições


16/05/2024
SOS Chuvas: corredor humanitário é ampliado em Porto Alegre e liberado para a Enfermagem trabalhar


16/05/2024
SOS Chuvas: Coren-RS altera, novamente, prazos de processos éticos e administrativos. Saiba mais!


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS