Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

27/05/2024
SOS Chuvas: guia orienta população sobre limpeza das casas após enchentes



Com o nível da água baixando em vários locais, muitas pessoas estão limpando casas e estabelecimentos atingidos pelas enchentes no Rio Grande do Sul. O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS) elaborou um guia para orientar a população sobre cuidados importantes para evitar contaminações nesse momento. A água que inundou o Estado se juntou à água dos sistemas de esgotos, tornando fundamental que a higienização das casas seja feita com atenção.

O “Guia Básico para Riscos e Cuidados com a Saúde Após Enchentes” reúne informações sobre cuidados pessoais que devem ser considerados antes de iniciar a limpeza. É recomendado o uso de luvas e botas de borracha para evitar o contato da pele com as superfícies que ficaram submersas e para evitar cortes e acidentes ao retirar móveis e objetos pessoais que podem estar quebrados. 

Para limpeza da lama que invadiu residências e comércios, a orientação é que o lodo seja removido e que sejam colocados em frente às casas entulhos e o lixo dos quintais, para serem recolhidos pelos serviços de coleta. Os panos e vassouras utilizados na higienização e desinfecção dos locais e dos objetos devem ser descartados após o uso, devido ao risco de contaminação. 

Caixas d’água 

Importante verificar a presença de rachaduras, que podem comprometer a estrutura. Antes de iniciar a limpeza é necessário fechar o registro e esvaziar a água da caixa. As paredes e o fundo do recipiente devem ser esfregados com escova macia ou esponja e água limpa, não devendo ser utilizado sabão ou detergente. Após, recomenda-se encher a caixa e acrescentar 1 litro de água sanitária para cada 1.000 litros de água, e deixar a solução agir por duas horas e esvaziar novamente, para garantir a desinfecção. 

Mobílias e estofados 

Móveis e estofados que estiverem com a estrutura comprometida devem ser descartados. Para remover a sujeira das superfícies deve ser utilizado sabão neutro com água morna e para desinfetar as mobílias devem ser utilizados produtos desinfetantes que sejam recomendados de acordo com o tipo de material. Após a limpeza os móveis devem secar em ambiente ventilado, preferencialmente com exposição ao sol. 

Nos estofados é possível utilizar aspirador de pó para remover a sujeira seca e água morna com sabão neutro para limpar. Para desinfecção, é preferível o uso de desinfetantes específicos para tecidos e estofados em vez de água sanitária (que pode manchar). Assim como as mobílias, devem secar completamente em local arejado. Em caso de odor persistente após a limpeza o descarte deverá ser considerado. 

Elétricos 

A instalação elétrica deve ser analisada por um eletricista antes de religar os disjuntores. Rompimento de fios elétricos são perigosos e devem ser informados para a concessionária de energia, e a recomendação é para ficar distante dos cabos. Em locais que ficaram alagados não devem ser plugados na tomada carregadores de celular se ainda houver umidade no local. Aparelhos elétricos nunca devem ser manuseados se a pessoa estiver com as mãos ou os pés úmidos.  

Toalhas e roupas 

Itens de vestuário e roupas de cama, assim como toalhas, devem ser separados dos demais. O ideal é que fiquem de molho na água quente com sabão por pelo menos 30 minutos e que, na sequência, sejam lavados na máquina de lavar também com água quente. Após, as roupas e toalhas devem ser estendidas para secar à luz do sol. Se houver manchas de mofo persistentes, deve-se considerar o descarte para evitar o crescimento de fungos e bactérias que possam causar problemas de saúde. Peças que não possam ser higienizadas devem ser descartadas. 

O guia traz ainda outras orientações sobre prevenção de doenças, consumo de alimentos e de água, consumo e destino de remédios. 

Fonte: SES-RS

Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

16/06/2024
NOTA OFICIAL: Projeto de Lei que equipara aborto a homicídio é mais um ataque cruel aos direitos de meninas, mulheres e pessoas que gestam


13/06/2024
Reduzir o piso constitucional da Saúde coloca em risco o SUS


13/06/2024
Equipe de Enfermagem salva paciente que sofria abuso sexual do pai em UTI


12/06/2024
Pesquisa busca mapear a gestão da experiência do paciente em instituições hospitalares no Brasil. Saiba mais!


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS