Contato / Chat
LiveZilla Live Help
COREN-RS
Acesso do Profissional

CADASTRE-SE | LEMBRAR SENHA

Acesso à Informação
Página inicial >>> SERVIÇOS >>> Notícias

 versão para impressão

09/02/2022
MPF pede adequações quanto ao déficit de profissionais no Hospital Universitário de Canoas



Reunião ocorreu de forma híbrida

Em reunião articulada pelo Conselho Regional de Enfermagem do Rio Grande do Sul (Coren-RS), o Ministério Público Federal (MPF) pediu que o Hospital Universitário (HU) de Canoas proceda com as correções necessárias quanto ao déficit de profissionais de Enfermagem e outros problemas. A falta de trabalhadoras(es) foi constatada pelo Conselho em diligência no serviço de saúde, após denúncias recebidas. A procuradora Ana Paula Medeiros deu prazo de cinco dias para as adequações. A atividade, realizada de forma híbrida, ocorreu na manhã de quinta-feira, dia 03 de fevereiro.

Além das correções, o HU deverá enviar ao Coren-RS e ao MPF documentos comprovando as medidas tomadas. Posteriormente, o Conselho fará inspeção fiscalizatória para averiguar se as adequações foram aplicadas corretamente.

A reunião ainda teve a participação da presidente do Coren-RS, Rosangela Gomes Schneider, do conselheiro secretário Antônio Tolla, da procuradora-geral Paula Noronha e do coordenador do Departamento de Fiscalização (Defisc), João Carlos da Silva. Também estiveram na atividade o secretário municipal de Saúde de Canoas, Maicon Lemos, a enfermeira responsável técnica (RT) do HU, Fátima Farias, o promotor de Justila Marcelo Dossena e advogada Marilda Marlei Barbosa Oliveira e Silva, da Fundação Educacional Alto Médio São Francisco (Funam), entidade que assumiu a gestão do hospital.

Além do HU, o Coren-RS está atento à troca na gestão de demais serviços de saúde de Canoas. Em 27 de janeiro, instituições do município até então geridos pelo Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde (GAMP) passaram a ser coordenados por outras quatro entidades. A Funam assumiu a gestão do HU. O Instituto de Atenção à Saúde e Educação (Aceni) ficou responsável pelo Hospital de Pronto Socorro. Já a Associação de Gestão e Execução de Serviços Públicos e Sociais (Biogesp) está à frente das Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) Hugo Simões Lagranha e Liberty Dick Conter. Já Instituto Brasileiro de Saúde, Ensino, Pesquisa e Extensão para o Desenvolvimento Humano (IBSaúde) administra os Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Recanto dos Girassóis, Travessia, Novos Tempos e Amanhecer. 

Fonte: Setor de Comunicação e Eventos – Coren-RS

Jornalista Ronan Dannenberg

DRT/RS 13.181


Compartilhe esta notícia com outras pessoas:

Outras noticias

16/06/2024
NOTA OFICIAL: Projeto de Lei que equipara aborto a homicídio é mais um ataque cruel aos direitos de meninas, mulheres e pessoas que gestam


13/06/2024
Reduzir o piso constitucional da Saúde coloca em risco o SUS


13/06/2024
Equipe de Enfermagem salva paciente que sofria abuso sexual do pai em UTI


12/06/2024
Pesquisa busca mapear a gestão da experiência do paciente em instituições hospitalares no Brasil. Saiba mais!


 
 
Atendimento apenas por agendamento prévio. Clique aqui para agendar seu horário.
Av. Plínio Brasil Milano, 1155 - Bairro Higienópolis - Porto Alegre/RS - CEP 90520-002 - Fone (51) 3378.5500
©2016 - COREN-RS - Desenvolvido pela Assessoria de Tecnologia da Informação do COREN-RS